quinta-feira, 13 de junho de 2013

Na espera


"As melhores declarações dos negros a respeito de sua alma foram feitas no saxofone tenor." (Ornette Coleman)

7 comentários:

  1. Wow! Não conhecia. Se tiver bastante coisa sobre Ornette Coleman já valhe o dinheiro.
    Coleman foi (e ainda é) um dos interlocutores e incentivadores mais importantes do Jazz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou louco para ler. Deve chegar nesse fim de semana (um acréscimo de estranhismo interessante da Cia das Letras: os últimos livros me enviados foram entregues no sábado, por um rapaz de macacão azul com o nome de uma empresa de entregas). Junto vem a biografia vencedora do Pulitzer sobre Malcolm X. Vai ser um deslumbre!

      Excluir
  2. João Antonio Guerra14 de junho de 2013 16:19

    Se me lembro bem, não, não tem Ornette Coleman. Essa citação do Ornette aí é a que está sendo usada nas sinopses do livro disponibilizadas pelas nossas, mas acho que só.

    Geoff Dyer pegou diversos bambambãs do jazz e fez como que um conto-ensaio para cada um deles. Me recordo do Chet Baker, do Monk e do Mingus. Charlles, acho que você vai amar a parte do Mingus.

    O piratebay tem um torrent do livro em inglês -- But beautiful: a book about jazz -- e foi de lá que li. Há outras coisas do autor também, mas até agora não tive interesse. Dyer me empolgou, mas não tanto; é menos um escritor fenomenal do que um escritor de personagens fenomenais que, no seu caso, já existiam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João Antonio Guerra14 de junho de 2013 16:21

      Errata: "disponibilizadas pelas nossas LIVRARIAS"

      Excluir
    2. Bom saber, João. Mas para quem gosta de jazz e literatura é um prato cheio.

      Excluir
  3. Procurei na amazom o livro pelo título All That Jazz para descobrir que na verdade o título original é But Beautiful: a Book About Jazz. A sacada da versão do título da Companhia das Letras é boa. Pena que poucos vão entendê-la. Trata-se então de contos, não ensaios e perfis, montados sobre ícones do Jazz, ham?
    Curioso. Pois acho que já existem livros o bastante de perfis de ícones do gênero no mercado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também pensei que o título fosse All That Jazz. Achei interessante serem contos, mas no limite do jornalismo literário.

      Excluir