sábado, 2 de outubro de 2010

Júlia

a pequenininha



a pequenininha com o pai

15 comentários:

  1. Ohhhh, que linda! Benvinda, Julia! Parabéns, papai Charlles!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, Fernanda. Estou muitíiiiiiissimo feliz e muitíiiiiiissimo emotivo. Não costumo colocar fotos pessoais, mas é que o Ramiro perguntou e vocês...pô, à sua maneira, é quase uma família. Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Ah...os brinquinhos. Me amolaram tanto, me cercaram por todos os lados e foram tão ardilosas e sem caráter comigo, que eu acabei aceitando

    ResponderExcluir
  4. Parabéns, parabéns, parabéns! Que sejam muito felizes todos: a Júlia, o irmão, a mãe e... tá bom, o pai também!

    ResponderExcluir
  5. hahaha! A vida fica mais difícil, mas bem mais interesante.

    ResponderExcluir
  6. Linda a Júlia.
    Parabéns, Charlles.

    ResponderExcluir
  7. Parabéns, Charlles!
    Que vocês sejam felizes...

    ResponderExcluir
  8. "Cuando los cronopios cantan sus canciones preferidas, se entusiasman de tal manera que con frecuencia se dejan atropellar por camiones y ciclistas, se caen por la ventana, y pierden lo que llevaban en los bolsillos y hasta la cuenta de los días.
    Cuando un cronopio canta, las esperanzas y los famas acuden a escucharlo aunque no comprenden mucho su arrebato y en general se muestran algo escandalizados. En medio del corro el cronopio levanta sus bracitos como si sostuviera el sol, como si el cielo fuera una bandeja y el sol la cabeza del Bautista, de modo que la canción del cronopio es Salomé desnuda danzando para los famas y las esperanzas que están ahí boquiabiertos y preguntándose si el señor cura, si las conveniencias. Pero como en el fondo son buenos (los famas son buenos y las esperanzas bobas), acaban aplaudiendo al cronopio, que se recobra sobresaltado, mira en torno y se pone también a aplaudir, pobrecito"
    Essa fase de encantamento se parece tanto com a dança dos cronópios que não resisti. Um sorriso e o desejo de que a Júlia os faça dançar muito pela vida a fora, esquecidos das conveniências e do bom senso.
    Leila

    ResponderExcluir
  9. Linda a Julia. Parabéns! Parabéns!
    Como me escreveu um amigo argentino quando meu filho nasceu: "Se dorme poco, pero como se los quiere!"

    Dormirás um tanto menos, lerás um tanto menos. Mas ela vai te olhar. E te fazer perguntas. E te amar.

    O que se pode pedir mais da vida, não é mesmo?

    ResponderExcluir
  10. Obrigado Leila. Nada melhor que Cortázar, esse menino perceptivo que tanto escreveu sobre formas singelas de alegria, para trazer bons votos para a pequenininha.

    Luís, meu caro, acho que estou é lendo mais,mas com um coeficiente de atenção precaríssimo devido ao sono. O quanto eu compreenderia melhor e levaria as coisas com mais leveza se desde jovem soubesse do esclarecimento da paternidade. Emocionantes palavras, estas suas. Ela reconhece a minha voz, que sempre falava com ela antes. Isso é muito mais que humano.

    Obrigado, Ramiro, pela preocupação em perguntar como estavamos. E a vc, Pequeno Grande Mundo.

    ResponderExcluir
  11. E obrigado ao carinho, tanto do Luiz, como do Luis.

    ResponderExcluir
  12. Parabéns, papai.

    ResponderExcluir
  13. muitos parabéns, a vcs 3, charlles!

    ResponderExcluir