sábado, 17 de setembro de 2016

Leitura, a falta que você me faz



Já nas primeiras páginas o Gaspari fala do quanto o militarismo era corrupto, com fraudes na construção de hidrelétrica e dos planos de construção da bomba nuclear brasileira que custou, na época, o desvio de vultuosos 30 milhões de dólares dos cofres públicos_ projetos que nunca chegaram a ser finalizados porque, além de corruptos, os militares eram muito ineficientes (a única coisa que sobrou do projeto da bomba atômica, diz o autor, foi um buraco de trezentos metros de fundura em que os sábios cientistas da ditadura intentariam explodir as bombas experimentais, valha-me santa Sucupira!). Gaspari_ que deve muito de seu estilo a Garcia Marquez_, brinda o leitor com uma impagável descrição carregada de ironia da "bravura" e "pragmatismo" dos generais e coronéis, apontando como eram bons em acumular papéis em seus escritórios e ficarem com suas caras de sono suportando o expediente até o fim. Aí vem essa gentinha miúda e iletrada, que infelizmente grassa em grande quantidade por toda a geografia, querendo a volta da ditadura, elogiando a austera "pobreza" dos presidentes e altos caciques militares após o fim do regime. Como a falta de leitura e o completo desinteresse pelo conhecimento é de extrema letalidade.

11 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse blog não merece um comentário desses. Santo Mao nos abençoe!

      Excluir
    2. Obrigado pelo link, Manoel. Três parágrafos que destruíram em definitivo o Elio Gaspari para mim. Estou doando os 5 livros.

      Excluir
    3. Citando um meme famoso, que sempre me faz rir: "Stalin, matou foi pouco."

      Excluir
    4. Uma inteligentíssima mas apressada amiga veio me perguntar como eu me desfaço do Gaspari por um link tão idiota. Então, se ela que é ela não entendeu, sou obrigado a explicar que o que eu respondi ao Manoel é um sarcasmo. O Gaspari é uma das melhores coisas que me caiu nas mãos nos últimos anos, e é hipnótico.

      Excluir
  2. Você cursou História, não é Charlles? Como fez pra contornar a precariedade do ensino? Aqui na UNESP _que dizem ser um pólo de excelência_ está complicadíssimo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O ensino de humanas no Brasil é péssimo. A gente vê pela idolatria dos professores pelo Facebook. A direita é simplesmente oligofrênica e centrada em seu próprio umbigo, e a esquerda absolutamente inexpressiva. Ambas bastante risíveis e vazias. Tudo de uma vaidade apiedante. Eu sempre leio muito de história e filosofia, e tento compensar o déficit dessa maneira.

      Excluir
  3. Acho que vou pedir essa caixa de "presente" pro papai noel no natal, estou muito interessado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você vai gostar. A caixa é cara, melhor comprar cada um avulso que sai bem mais barato (dei besteira de não ter pesquisado isso antes).

      Excluir
    2. Comprei no Submarino, à época cada um saiu por 4 reais.

      Excluir
  4. Umas semanas atrás foi à Saraiva e me encantei justamente pelo box do Gaspari e o box do Em Busca do Tempo Perdido, ambos de preço salgado, mas tão necessários!

    Ana Paula Rocha

    ResponderExcluir