sexta-feira, 26 de abril de 2013

Aneurisma



Hoje chegou a conta da internet da Oi. Meu pacote_ nome engraçado para um produto que não se sabe suas reais proporções, que se diz ser de 2 megas, mas anda tão lento que duvido que chegue a meio-mega_, é de 70 reais, mas, pelo terceiro mês consecutivo, veio cobrando valores a mais. A Oi é tão irreal no hipotético mundo moderno da hipotética idoneidade das grandes empresas, que sempre que eu pego o envelope com a conta, eu fico com medo. Eu sei que eu firmei um contrato_ verbal, sem garantia nenhuma do meu lado, sem segunda via e sem carimbo cartorial_ de 70 reais mensais, mas sei também que os envelopes sempre me reservam surpresas indesejadas. Pois bem, veio cobrando 96 reais e uns quebrados. 26 reais a mais que o combinado. Mês passado eles cobraram 92 reais, mês retrasado, 79 reais. Na informação sobre o bônus a mais, vem escrito "Outras Empresas". Daí, começa uma torturante via-sacra kafkiana, em que o consumidor, eu, tenho que passar horas no telefone tentando falar com um dos atendentes do telefone 10314, para provar que eu não sou culpado, que eu não firmei contrato algum com nenhuma outra empresa, etc, etc. Eu fiquei realmente puto da vida hoje. Me atende um tal de Breno, e eu solto o verbo, lhe pergunto porque precisa trabalhar para uma empresa como a Oi, etc, etc. Ele me transfere para outro setor, etc, etc. É tudo muitíssimo cansativo. Não é à toa que a Oi é líder de reclamações no Procon, foi multada em 35 milhões (irrecorríveis), e é uma legítima porcaria. Uma empresa carregada de astúcias torpes para ROUBAR do cliente. E utiliza uma técnica nefasta: a exaustão é tanta, que o cliente padrão acaba desistindo e pagando a extorsão. Passei, sério, uma hora falando de atendente para atendente: cada um inventava uma artimanha para me cansar, e fazer o quê, xingar esse bando de infelizes? Um fala que eu tenho que atualizar meu cadastro, outro me passa um outro telefone que me pede, numa gravação, meu número de CPF, e depois, a mesma gravação, diz que eu só conseguirei falar com eles via e-mail. Finalmente, depois de muita tortura psicológica, um atendente diz que vai levar meu caso para o setor de análise, que eu devo esperar 7 dias para que eles me retornem dizendo se foi procedente minha reclamação. Não há outro jeito. Mês passado e mês retrasado foi a mesma coisa: eles não ligam, eu que tenho que ligar MAIS UMA INFINITA VEZ, passando pela mesma bosta. Daí, eles não mandam uma outra conta, eu ligo para que eles me mandem a conta via e-mail, eles dizem, oito vezes, que mandaram, mas a conta nunca chega ao meu e-mail. Daí eu tenho que pagar a conta na lotérica, com uma taxa de 2 reais e uns quebrados. Pois bem. Chega de ser tratado como o trouxa brasileiro padrão que paga automóveis mais caros do mundo, os maiores impostos do mundo, que a TAM cobra as passagens mais caras do mundo (imagino o pessoal da TAM pensando; eles são brasileiros, claro que vão pagar mais caro). Porque nós brasileiros somos todos uns paus-no-cu, é essa que é a verdade. Vou esperar passar esses sete dias, e, evidentemente, o problema persistirá, e eu vou cancelar essa conta, vou ficar sem internet. Não há concorrência, é só a Oi no ramo da internet por fio telefônico por aqui. Estou cansado dessa merda toda. Vou processá-los de quebra também. Paizinho de merda esse; povinho mixuruca. Só acontece essas coisas porque deixamos.

19 comentários:

  1. Um aloha de alguém que faz parte do mesmo grupo triste de clientes(?)- leia-se baratas - da internet por fio telefônico da Oi.

    Ana Paula Rocha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Releve a grosseria, Ana. Estou tentando o blog como divã. :-))

      Excluir
  2. Cacete, Charlles! Penso isso todos os dias - "paizinho de merda". O Brasil é um país feito para não dar certo. Nós não acreditamos em nós. Somos umas "baratas" alimentadas por otimismo chocho, carnaval, expectativa de copa do mundo. Não é síndrome de vira-latas. É que não somos sérios. Também aconteceu comigo esta semana. Pago R$ 156,00 mensais por um combo da Net. Minha Net é 10 megas, mas passou uma semana como se tivesse apenas 1 mega. Terrível. Liguei para os caras diversas vezes. Informaram-me que estava tudo normal. Que não havia maiores problemas. Eu disse que não. Ameacei mudar de empresa. Ir para a concorrente GVT. E percebi que no outro dia, a velocidade havia sido restabelecida.

    Hoje, fui pegar o meu carro numa concessionária Renault aqui em Brasília. Lasquei-me na hora de voltar para casa. Raramente dirijo. Prefiro usar o metrô, que é um serviço amador aqui na Capital Federal. Peguei a hora do "rush". Um engarrafamento impossível. Demorei uma hora para percorrer pouco mais de um quilômetro. Impossível. Mas o "loby" das montadoras é que é preciso vender mais carros. Brasília sofre com os engarrafamentos impossíveis. O transporte público não funciona. A passagem é cara. É tudo uma verdadeira merda.

    Como disse Graciliano Ramos certa vez a José Lins do Rego: "Estamos fodidos, Zé Lins!"

    Repito para ti: "Estamos fodidos, Charlles!".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cansa demais, né Carlinus? E essa do congresso querer submeter as decisões do supremo a ele? Será que ninguém faz a mesma leitura que eu faço?, se eles querem algo que fere tão profundamente a constituição e a independência dos três poderes, é porque estão certos que o Brasil é um país de pacíficos e alienados retardados. Cansa demais, cara.

      A minha cidade de 25 mil habitantes já tem engarrafamento. Carro zero km por tudo quanto é lado. Famílias endividadas para tudo quanto é lado. Estamos mesmo fodidos, cara. Quando a crise grega vir, que é algo inevitável, estaremos na merda, cara. Na merda. Queria que fosse apocalipsismo, torço por isso.

      Excluir
  3. Mais um enrabado pela Oi. Já cansei de falar com esses fdp. E agora quem tá me fodendo é o Terra, cobrando taxas TODO MÊS por SERVIÇO NENHUM PRESTADO A MIM; e a mãe com a porra da Editora Globo, ela até ja cancelou o cartão, cancelou a assinatura há quase 1 ano, e ainda mandam cartinha ameaçando colocá-la no SERASA. TUDO FILHO DA PUTA PAU NO CU. TODO MUNDO QUERENDO METER NO RABO, SORRINDO, SEM PEDIR LICENÇA, SEM DAR FLORES E BEIJINHOS.

    Mas o pior foi a mensagem no fim. Já tô deprimido. Terei de mandar cartas pro rapaz. (Coitado, nem assim terá paz!) O querido brother Charlles sumirá. O blog não mais continuará. Um dos refúgios do mundo de lá será descontinuado.
    Eles venceram.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não quero bancar o dramático aqui, mas eu disse para a minha esposa que iremos cancelar a linha. Isso é terrorismo o que eles fazem.

      Excluir
  4. Eu não quero falar sobre isso. Não envolve a Oi, graças a Vivo.

    ResponderExcluir
  5. Charlles,

    Sabe aquela insólita PEC 33, proposta pelo petista Nazereno Fonteles (PI), que você comentou mais acima? Segue tal como li no site da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara [colchetes por minha conta].

    "Altera a quantidade mínima de votos de membros de tribunais para declaração de inconstitucionalidade de leis; condiciona o efeito vinculante de súmulas aprovadas pelo Supremo Tribunal Federal à aprovação pelo Poder Legislativo e submete ao Congresso Nacional a decisão sobre a inconstitucionalidade de Emendas à Constituição".
    RELATOR: Deputado JOÃO CAMPOS [PSDB].
    PARECER: pela admissibilidade".

    Não é uma beleza os tucanos irem ao STF contra essa aberração relatada e admitida por um dos seus? João Campos, o goiano que é quase teu xará, também tem outra proposta muito, hum, legal. Confere a entidades religiosas o direito de questionar a constitucionalidade de decisões do STF. É que ele não gostou nada da história de a Suprema Corte reconhecer a união civil de homossexuais. Também propôs uma medida para permitir o Conselho Federal de Psicologia retirar a proibição de cura de homossexualidade em uma de suas resoluções.

    Campos também é entusiasta da presidência de Marco Feliciano na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conheço o João Campos. E ele nunca vai sair da política, graças a nós.

      Excluir
    2. http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=1583

      Excluir
  6. Respostas
    1. Nada a ver comigo, meu chapa. O sobrenome Campos em Goiás e em Minas é quase tão espalhado quanto os Silva.

      Excluir
  7. Estava pensando nisso ontem quando li esse texto ontem.

    http://ahduvido.com.br/10-fatos-que-comprovam-que-o-brasileiro-precisa-acordar-para-realidade-em-que-vive

    Em Salvador todos esses problemas me parecem potencializados (invejo o trânsito de Brasília), pois é o povo mais mal educado e egoista que já tive a alegria de conhecer. Sempre que uma merda acontece (comprar produto que não funciona e não conseguir trocar, demorar para ser atendido, me cansar com a burocracia, ter o carro danificado por transeunte, ser assaltado) eu me pergunto se o problema é por excesso de maldade ou de imperícia.

    Fui registrar meu filho esses dias e eu mesmo tive que formatar algumas informações, porque a encarregada não simplesmente não conseguia. Enquanto isso a fila esperava. Não há problema em ajudar, mas me pergunto se a moça está apta para um trabalho que basicamente consiste em digitar.

    Vejo isso em todos os lugares e ambientes em que vou. E pior é que não imagino como melhorar, já que esses problemas exigiriam no mínimo uma revolução ética, intelectual e moral, por parte do cidadão médio. Aquele filme O Som ao Redor captou bem nossa mediocridade. A Argentina e o Chile me parecem países tão melhores de se viver...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo, obrigado pelo link. Ótimo!

      Excluir
    2. Ótimo link mesmo. Vou repassá-lo para um professor anarquista amigo meu. Fala tudo na íntegra. Eu estou realmente muito assustado com o nível de estupidez generalizada do Brasil. O Brasil se encarnou num clichê vivo, é só futebol, violência, corrupção, o estado criminoso e as drogas, e um imenso analfabetismo moral, ético e educacional como base de tudo. Não sei se você se lembra de quando falei aqui da fraude da UEG, que sete concursos foram cancelados por um evidente esquema de fraude. Uma juíza determinou que não houve fraude, duas semanas depois houve a realização de novas provas, e, olha só, novos indícios de maracutaia e ineficiência, com toda a prova de direito penal cancelada. A lista de aprovados foi cancelada e a coisa tá parada. Ou seja, o país já não tem controle sobre nada; é executivo, legislativo e judiciário atolados na lama da corrupção; e só nos sobra pagar a conta. Dá vergonha, cara. Você tem filho, né? Como pai, eu me preocupo muito. Não gostaria de legar esse inferno a ninguém.

      Excluir
    3. A capa da Carta Capital dessa semana tem uma reportagem que, torço, seja bombástica: a espionagem cibernética feita por um cartel mafioso estadual que, supostamente, tem o governador como chefe. Ligo a tv no jornal anhanguera, da Globo local, e nada, só uma insólita, longa e famigerada promoção paga por uma fábrica de tintas domésticas. Um jornal, todo ocupado com propaganda dentro de sua programação, e não menciona nada, absolutamente nada, do que pode ser mais um grande escândalo nacional.

      Excluir
  8. Como são as coisas! Agora a pouco ligaram pra minha casa. Quem atendeu foi minha mama. Adivinha quem era? OI! Adivinhem o que a Oi queria? Oferecer um pacote "super" que iria nos fazer poupar (haha) muito. E minha mãe,com toda educação do mundo: "Olha meu bem, a Oi já cobra um monte de taxinha por nada,por internet lenta, pra que eu iria fazer esse plano de telefone e internet?"
    Ai, ai, fico imaginando na Copa... Serão taxas e mais taxas pra francês ver. Servicinhos de latrina o desse país... E quem sempre entra no cano é o otário do consumidor.
    PS: Onde está o Ramiro com seus poemas? A situação clama por um poema!


    Ana Paula Rocha

    ResponderExcluir
  9. Porra... soh posso agradecer por tanta identificacao. Meu combo o-suicidio-eh-logo-ali tem Oi E net. Jah passei e passo por tudo q aqui relataram, inclusive a desesperanca e a ideia cada vez mais presente de cancelar de uma vez todas essas merdas

    ResponderExcluir